Com oito meses, o bebê já pode consumir alguns alimentos além do leite materno. Conheça um pouco mais sobre a alimentação das crianças nessa fase.

A partir do sexto mês, começa o período de inserção de alimentos além do leite materno. Nessa fase, já é permitido à introdução lenta de novas comidas como cremes e sopas. É a época das papinhas. Arroz, milho, legumes são alguns ingredientes que podem ser usados nas papinhas. Nada com muito sal, açúcar, glúten ou condimentos fortes.

Com o bebê já adaptado a ingerir alimentos além do leite, no sétimo mês é acrescentado à dieta alguns alimentos sólidos como frutas, pães e cereais. Já as papinhas podem ser preparadas com carne cozida e triturada.

Cardápio da alimentação do bebê aos 8 meses

Aos oito meses, mais dois ingredientes são adicionados à dieta dos bebês: o iogurte e a gema do ovo.

O iogurte é indicado durante o lanche da tarde. Introduza o iogurte natural, sem açúcar, junto com outros ingredientes que o bebê já esteja acostumado, como pães e frutas. O iogurte também pode ser usado no preparo de papinhas doces.

Após o bebê se acostumar com o iogurte, é a vez de introduzir a gema do ovo. A clara do ovo deve ser evita até o 12º mês, pois sua composição pode causar alergia. A gema deve ser cozida e pode ser usada para substituir a carne nas papinhas. Assim como a carne, o ovo é fonte de proteína.

Adição de peixe no cardápio do bebê de 8 meses

Alguns pediatras recomendam a adição de peixe na alimentação dos bebês entre 8 e 9 meses de vida.

O peixe deve ser magro, preferencialmente fresco e sempre servido cozido. O peixe pode ser introduzido a sopas e caldas, assim como a carne. O peixe também não deve ser temperado, nem com sal.

Alterne os tipos de peixes e carnes sempre que possível para que seu bebê acostume-se mais rápido com novos tipos de proteínas.

Conhecendo as capacidades do seu bebê

No oitavo mês de viva, o bebê já consegue agarrar objetos, recusa alimentos quando está satisfeito e reconhece o significado da palavra “não”.

Por isso se atente na hora da papinha. O bebê já consegue pegar os alimentos sozinhos e pode ingerir objetos não comestíveis por engano. O bebê também pode atirar alimentos no chão pensando que é brincadeira. Tente acostumá-lo com as horas das refeições para que ele entenda que assim como o peito e a mamadeira, os alimentos são comida e não brincadeira.

Nessa fase já é possível identificar quando o bebê está saciado ou está com dificuldades para se alimentar. Ele já consegue reclamar e recusar a se alimentar. Fique atento a todos os sinais.

Assim como ele sabe demonstrar que não está tudo bem, ele também entende quando os pais estão zangados. Com oito meses, o bebê já sabe o que é “não”. Por isso, é importante usar isso a favor na hora da educação alimentar. Ensine o que pode e não pode ser ingerido.

Se na primeira tentativa de introduzir um novo alimento na dieta, o bebê recusar, não desista logo de cara. Segundo especialistas, uma criança precisa experimentar um alimento pelo menos oito vezes para que ele aprenda a gostar. É importante insistir para que seu filho crie hábitos alimentares saudáveis.

Horários das refeições dos bebês de oito meses

Para que seu bebê tenha uma alimentação saudável é preciso manter uma rotina. Assim como os adultos, é recomendável que a criança faça pelo menos seis refeições ao longo do dia: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e lanche da noite.

Não existe um horário certo que deve ser seguido, cada bebê possui uma rotina e hábitos diferentes, mas o intervalo das refeições não pode ultrapassar um espaço muito grande. O indicado é que ele coma de três em três horas.

Os novos alimentos podem ser introduzidos em qualquer refeição, desde que haja cautela para que o bebê não exagere. Com oito meses, o bebê só pode consumir até 250 gramas por dia, mas que isso seu estômago não aguenta.

Cardápio bebê 8 meses papinha

Cardápio diário para bebê de 8 meses

Abaixo, confira um exemplo ideal de cardápio que uma criança de oito meses pode consumir.

6h – Café da manhã: leite materno ou mamadeira

9h – Lanche da manhã: uma porção de iogurte natural ou uma fruta

12h – Almoço: Papinha de legumes com caldo de carne ou peixe desfiado.

15h – Lanche da tarde: leite materno ou mamadeira

18h – Jantar – Papinha de legumes com gema cozida ou papinha de frutas

21h – leite materno ou mamadeira

Os horários, assim como o cardápio, podem variar de acordo com os costumes do bebê. Esse é apenas um exemplo para que o bebê tenha uma rotina saudável.

Os novos alimentos e o leite materno

Apesar da adição de novos alimentos serem crucial nessa fase, eles nunca pode substituir completamente o leite. Nele, estão presentes proteínas, vitaminas, açúcar, gorduras e anticorpos essenciais para o desenvolvimento pleno do bebê.

Até os seis meses de vida, o leite é o único alimento da criança. Seu organismo já está adaptado com o leite, por isso, a falta dele pode causar malefícios para sua saúde. Os novos alimentos devem acrescentar benefícios ao bebê e não o contrário.

Dicas para a alimentação do bebê de 8 meses

Nessa fase já é recomendável que o bebê comece a aprender a digerir texturas sólidas, por isso mescle esses alimentos as papinhas.

Cuidado com sal ou açúcar. Os dois fazem mal à saúde do pequeno se ingeridos em excesso. Alguns alimentos já possuem o açúcar e sal, evite dar essas comidas em grandes quantidades.

Sempre preze por alimentos frescos e comida caseira. Não confie em qualquer papinha industrializada. Sempre leia os rótulos e veja se não há nenhum ingrediente que possa fazer mal a sua criança. Também tenha cuidado com o excesso de sal e açúcar que as papinhas industrializadas podem ter.

Se o seu bebê não seu deu bem com algum alimento, não desista. Esconda-o junto de outros alimentos que ele está acostumado.

Cardápio bebê 8 meses - bebe

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.7
Total de Votos: 78

Cardápio bebê 8 meses

Please Enter Your Facebook App ID. Required for FB Comments. Click here for FB Comments Settings page